Saturday, July 18, 2015


MERAS PALAVRAS

(...) Como tantas vezes acontece, hoje é outro dia como tantos outros, desses em que tenho tanto para dizer, mas as palavras não deslizam certas para o teclado.
Na minha cabeça elas fervilham, querem sair pelos poros do meu corpo... mas, tranco-as, fecho-as no meu eterno baú de memórias, onde se misturam com as antigas e as actuais. Mais logo, talvez, venha de novo tentar expressar estas palavras que definem sentimentos, ou talvez não. As horas irão passar,os dias também. Fecho os olhos e vou vivendo das memórias. Um caderno e uma caneta, ao meu lado coloco, e em sonhos lá escreverei, o que não quer sair para o teclado(...)

(alice ferreira, 18/07/2015)
(Foto da net)

4 comments:

Mona Lisa said...

Senti meu o teu texto.

Vivo de memórias, não conseguindo esquecer nem a boas e muito menos as que me magoaram.

Beijinhos.

Arte & Emoções said...

Quem sabe, um dia surgirá algo ou alguém que às impulsionarão para fora e às remeterão ao teclado. Amanha será outro dia.

Abraços e um ótimo final de semana para ti e para os teus.

Furtado.

Cidália Ferreira said...

Excelente!!

Bom fim de semana.
Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Carmem Grinheiro said...

Por vezes, as memórias nos sufocam as palavras.

bj amg

olharbiju

Lucky

Lucky
Bons sonhos

Adoro esta música e dedico às minhas amigas brasileiras.

Partilho com vocês uma música que gosto muito...

Dedico esta música a todas as pessoas que precisam que a vida seja linda...

Dedico às minhas amigas de lingua espanhola...