Saturday, November 7, 2015

AGORA

Agora, eu sei que te quero,
Agora, eu sei que tu me queres,
Agora, eu sei que há força de paixão,
MAS
Agora, eu sei que te posso perder,
Agora, eu sei que não tenho outro modo de fuga,
Agora, eu sei que nem preciso do teu talvez
E
Agora,eu sei que posso chorar
Agora,eu sei que não há mais promessas
Agora,eu sei que tudo acabou... AGORA.
 
(alice ferreira, 07/11/2015)
(foto da net)

5 comments:

Crocheteando...momentos! said...

O que não é nada fácil...bj! Gostei!

Crocheteando...momentos! said...

O que não é nada fácil...bj! Gostei!

Ilesin said...

Es hermoso saberse querido y que te quieren, aunque las dudas no nos hacen poder valorarlo en su intensidad.
Besos

Mona Lisa said...

Belíssimo ,triste e mais comum do que imaginamos!

Beijinhos.

Agostinho said...

Bem visto e alinhado em poema que pode ser um aviso.
Mas sempre lhe digo, Alice: quem não arrisca não petisca.

Tem um passarão à janela que é um espanto! Bonito. Já os tive no meu telhado e tive de os expulsar. Faziam ninho no sótão e era um chinfrim.
Boa noite,

olharbiju

Lucky

Lucky
Bons sonhos

Adoro esta música e dedico às minhas amigas brasileiras.

Partilho com vocês uma música que gosto muito...

Dedico esta música a todas as pessoas que precisam que a vida seja linda...

Dedico às minhas amigas de lingua espanhola...