Monday, March 7, 2016



Foi tudo tão rápido

(...) Foi tudo tão rápido.
Não queria acreditar que em poucas horas te perdi.
Foste frio, apenas umas palavras escrevestes.
Nada que eu não esperasse, mas, vivia a ilusão.
Meu coração gelou, e tudo se apagou.
O telemóvel se silenciou.
Fica a recordação de momentos.
Não sei se chore se me revolte.
Olho pensativa para o canto da sala.
Oiço uma melodia tocada por flauta de pan.
Não sei se chore se me revolte.
-Foi tudo tão rápido-

(alice ferreira,07/03/2016)
(imagem da net)

7 comments:

Crocheteando...momentos! said...

Chorar não mas que perder não é fácil...ai isso não!
Gostei...bj

Crocheteando...momentos! said...

Chorar não mas que perder não é fácil...ai isso não!
Gostei...bj

Ilesin said...

A veces las cosas pasan tan rápido que no nos dejan tiempo para degustarlas y sentimos como si esa parte efímera jamas nos hubiera tocado el alma.
Besos

Mona Lisa said...

A perda de quem se ama marca e muito!

Beijinhos.

Carmem Grinheiro said...

"Foi tudo tão rápido" - as coisas vão acontecendo sem que nos apercebamos exactamente como. Sempre tudo tão rápido.
E fica o vazio.

bj amg

Graça Pires said...

O vazio que fica é que magoa...
Gostei do poema.
Um beijo.

Manuel Luis said...

Experimenta comer um cabrito assado e beber uns copos! O vazio que fica é uma ferida curável se olharmos a vida de uma forma mais simplificada.
Também tenho momentos assim, depois vou por ai recarregar de pólen.
Bjs

olharbiju

Lucky

Lucky
Bons sonhos

Adoro esta música e dedico às minhas amigas brasileiras.

Partilho com vocês uma música que gosto muito...

Dedico esta música a todas as pessoas que precisam que a vida seja linda...

Dedico às minhas amigas de lingua espanhola...