Wednesday, March 18, 2015

GRITO:

** Posso gritar, chorar, pedir,
     Mas não me ouves, ou não queres ouvir.
     Não imploro, não mereces , não mereces ,
     O meu grito, as minhas lágrimas, o meu pedir.
     Hoje levanto a cabeça, e sigo em frente,
     --Sou eu, que vou deixar de te ouvir--

(alice ferreira) 
    

5 comments:

Cidália Ferreira said...

Boa tarde

Este de hoje parece feito para o meu pensamento. Parabéns
Gosto muito de a ler!

Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

MARILENE said...

Gostei dos versos! Quando não nos ouvem, melhor seguimos sem olhar para trás.

Mona Lisa said...

Há que virara a página, quando apenas um quer...

Belíssimo poema.

Beijinhos.

Literatura & Companhia Ilimitada said...

Olá Alice! Fiquei muito feliz com a tua visita, teu amável comentário e, principalmente, por teres te tornado seguidora do nosso humilde espaço. Isso somente aumenta a minha responsabilidade de melhorar tudo aquilo que crio e escrevo. Espero que voltes mais vezes, pois será sempre um prazer renovado. Eu, particularmente, aqui voltarei , pois além de teres um espaço interessante e bastante aconchegante, tomei a liberdade de me tornar teu seguidor. Isso até quando permitires, é claro.

Quanto ao post, belo e muito profundo. A autovalorização ainda é uma das nossas maiores virtudes.

Abraços,

Rosemildo Sales Furtado.

maria del carmen nazer said...

Hola Alice ! Soy María del Carmen. Vengo a devolverte la gentileza y hacerme tu amiga, si me aceptas.
Qué precioso blog tienes ! ¡maravilloso !
Me gustan tus versos. Muy bien ! cuando las cosas no andan, hay que darles un corte definitivol
Mil besos.

olharbiju

Lucky

Lucky
Bons sonhos

Adoro esta música e dedico às minhas amigas brasileiras.

Partilho com vocês uma música que gosto muito...

Dedico esta música a todas as pessoas que precisam que a vida seja linda...

Dedico às minhas amigas de lingua espanhola...